imagem top

2018

ANUÁRIO DO HOSPITAL DONA ESTEFÂNIA
REPOSITÓRIO MÉDICO CIENTÍFICO

logo chlclogo HDElogo anuario

ANAFILAXIA – RESULTADOS DE INQUÉRITOS E REVISÃO TEÓRICA

Elena Finelli1, Joana Belo1, Sara Prates1, Pedro Martins1, Paula Leiria Pinto1

1 – Serviço de Imunoalergologia, Hospital Dona Estefânia
- Sessão Clínica da Área de Pediatria Médica, 18 de Março de 2014

A anafilaxia é uma reacção alérgica grave, potencialmente fatal, cuja prevalência tem vindo a aumentar, sobretudo em idade pediátrica, apesar da verdadeira incidência e prevalência ser incerta. A sua forma de apresentação clínica diverge entre os grupos etários e ao longo do crescimento do indivíduo. Os principais agentes etiológicos são os alimentos, particularmente na faixa etária pediátrica, sendo que a anafilaxia a fármacos e a veneno de himenópteros também podem ocorrer.

Apesar de terem sido estabelecidos novos critérios de diagnósticos consensuais, a anafilaxia continua a ser alvo de falta de reconhecimento e de deficiente abordagem terapêutica. O atraso,ou até mesmo a ausência de administração de adrenalina, aumenta o risco de reacção mais grave.

Procurámos avaliar os conhecimentos sobre o diagnóstico e terapêutica de anafilaxia por parte dos médicos do Hospital de Dona Estefânia através de um questionário de preenchimento voluntário divulgado por mail, no sentido de fazer um levantamento das eventuais necessidades de formação.

Nesta Reunião apresentaremos os resultados desses inquéritos e realizamos uma revisão teórica do tema, baseando-nos nas principais guidelines internacionais (World Allergy Organization 2011, com actualizações em 2012 e 2013).

Palavras Chave: anafilaxia, adrenalina, alérgica.