imagem top

2019

ANUÁRIO DO HOSPITAL
DONA ESTEFÂNIA

CHULC LOGOlogo HDElogo anuario

AVC NA CRIANÇA - O CONTRIBUTO DOS EXAMES COMPLEMENTARES DE DIAGNÓSTICO – NEUROIMAGEM

Carla Conceição.

Serviço de Neurorradiologia/Radiologia, Hospital Dona Estefânia, Centro Hospitalar Lisboa Central, E.P.E.

 - Curso AVC na criança – integrado no 6º Congresso Português do AVC, 4 Fevereiro 2012, Porto (Palestrante 20').

Introdução: Os AVC na criança têm, comparativamente com os adultos, uma apresentação clínica menos sugestiva e mais variável, com uma alta frequência de "stroke mimics" e diagnósticos diferenciais e também com uma etiologia mais variada e diferente. Os estudos de imagem assumem, assim, um papel particularmente importante no seu diagnóstico, mas também no estudo da etiologia e no prognóstico, neste último ponto essencialmente no AVC neonatal.

Objectivo: Descrever as principais alterações imagiológicas de TC e RM na avaliação das crianças com AVC isquémico, suas vantagens e desvantagens. Realçar também a importância dos estudos vasculares, essencialmente da angio-RM, atendendo à alta frequência de vasculopatia encontrada em crianças com AVC.

Metodologia/Resultados: São descritos os sinais semiológicos durante as várias fases dos AVC isquémicos e são apresentados casos clínicos ilustrativos de patologias frequentes em idade pediátrica e manifestando-se sob a forma de AVC: arteriopatia focal cerebral da infância, angiopatia pós varicela, padrão de Moyamoya, dissecção, vasculite, drepanocitose, doenças cardíacas e em contexto de meningite ou sépsis. No AVC neonatal também os indicadores prognósticos de "outcome" motor são ilustrados com diferentes casos.

Conclusão: Os estudos de imagem são fundamentais para o diagnóstico das crianças com AVC, nomeadamente na sua forma isquémica, tendo em alguns casos um papel importante na sua etiologia e prognóstico. Perante ema criança com um AVC isquémico deverão ser sempre realizados estudos vasculares, essencialmente a angio-RM.

Palavras-chave: AVC; pediatria; imagem; TC; RM; angio-RM.