imagem top

2021

ANUÁRIO DO HOSPITAL
DONA ESTEFÂNIA

CHULC LOGOlogo HDElogo anuario

×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 34

Síndrome tumoral PTEN: terapêutica individualizada com sirolímus – follow-up de um ano em regime ambulatório

Rui Lopes Gonçalves1, Teresa Kay1, Diana Antunes1, Inês Carvalho1 Luís Nunes1

1 Serviço de Genética Médica, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central, EPE, Lisboa

- Reunião Área Pediatria, Sala de Conferências HDE

Introdução: A disfunção do gene PTEN (gene supressor tumoral) origina um conjuntodoenças caracterizadas por elevado grau de expressividade clínica e pleiotropismo. Entre os síndromes tumorais conhecidos destacam-se: #158350 - Cowden syndrome 1 (CWS1), #153480 - Bannayan-Riley-Ruvalcaba syndrome (BRRS), #608089 - Endometrial cancer, % 188470 - Thyroid carcinoma, follicular (FTC), #176807 - Prostate cancer, #275355 - Squamous cell carcinoma, head and neck (HNSCC) e #174900 - Juvenile polyposis syndrome (JPS). Outras síndromes clínicas relacionadas incluem: #605309 - Macrocephaly/autism syndrome e #276950 - VACTERL association with hydrocephalus. Em determinados doentes com mutações no gene PTEN ocorre aumento da susceptibilidade em desenvolver outras patologias genéticas tais como: #607174 - Meningioma, familial, susceptibility to, #613028 - Glioma susceptibility 2 (GLM2) e % 155600 Melanoma, cutaneous malignant, susceptibility to, 1 (CMM1). Nesta sessão clínica apresentamos o follow-up de um doente com uma síndrome clínica BRRS sob terapêutica com sirolímus.
Caso Clinico: Pedro J. C. O. (DN: 26/01/1999) foi enviado à nossa consulta aos 10 anos de idade por um quadro clínico multissistémico caracterizado essencialmente por: macrocefalia, astigmatismo e estrabismo, nódulos da tiróide, hemangiomas arterio-venosos e manchas café-au-lait. Na história natural da doença do Pedro salientamos a realização de tiroidectomia total (carcinoma folicular) e de intervenções cirúrgicas vasculares para excisão das lesões tumorais hemangiomatosas ao nível da coxa direita e região plantar à esquerda. O conjunto de sinais e sintomas apoiado por um crescente número de exames complementares de diagnóstico permitiu estabelecer a etiologia da doença: mutação c.107insG (p.G36fs43X) no gene PTEN (Síndrome clínica BRRS). Após a realização do diagnóstico genético, foi proposta uma terapêutica off-label com Sirolímus – inibidor selectivo da via celular PI3K/Akt/mTOR.
Discussão: A utilização “off-label” do imunossupressor Sirolimus permitiu a recuperação funcional da marcha autónoma ao Pedro e estabilização/diminuição dos hemangiomas arterio-venosos. Este caso ilustra a importância de estabelecermos um diagnóstico etiológico o que permite em alguns casos, a realização de um plano terapêutico individualizado.