imagem top

2020

ANUÁRIO DO HOSPITAL
DONA ESTEFÂNIA

CHULC LOGOlogo HDElogo anuario

DA INFECÇÃO ODONTOGÉNICA/NÃO ODONTOGÉNICA: O ESSENCIAL

Rosário Malheiro1, Ana Fernandes1, Jorge Pinheiro1, Lurdes Jorge1

1- Unidade de Estomatologia Pediátrica, Área de Cirurgia, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central, EPE, Lisboa, 23 de Abril de 2013

Prelector: Jorge Pinheiro

Formador do curso “O Essencial em Estomatologia na Criança e Adolescente” integrado no Ciclo de Cursos do Internato Médico do Centro Hospitalar de Lisboa Central, EPE – Hospital de Dona Estefânia, 23 de Abril de 2013.

Introdução: A infecção odontogénica pode ser clínicamente grave e é a causa mais frequente de celulite da face na criança, sendo susceptível de complicações potencialmente fatais. Abordaram-se as mais relevantes entidades (infecciosas e não infecciosas) não odontogénicas deste território anatómico, bem como o seu diagnóstico diferencial com as infecções odontogénicas, em especial as associadas a tumefacção cervico-facial.

Objectivo: Dar a conhecer o essencial da dicotomia diagnóstica odontogénico/não odontogénico.

Métodos: Através da projecção de diapositivos do PPT, feita a revisão bibliográfica do tema, com especial atenção à relativa ao espaço 2007-2013, apresentam-se imagens de doentes tratados na Unidade de Estomatologia Pediátrica, comentando-se o essencial sobre:

  • Fisiopatologia das infecções odontogénicas, não odontogénicas e massas cervico- faciais.
  • Dicotomia diagnóstica do abcesso alveolar/celulite da face
  • Factores determinantes da localização anatómica e da extensão das lesões.
  • Vias de drenagem
  • Exames complementares de diagnóstico
  • Protocolos do tratamento cirúrgico e médico
  • Complicações e seu tratamento
  • Critérios de internamento

Palavras-chave: fasceíte, celulite, adenite.