imagem top

2020

ANUÁRIO DO HOSPITAL
DONA ESTEFÂNIA

CHULC LOGOlogo HDElogo anuario

Anestesia em doente com patologia cardíaca para cirurgia não cardíaca - Considerações gerais em pediatria

Vânia Simões

Serviço de Anestesiologia, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central, E.P.E.

- Sessão de formação no Serviço de Anestesiologia do Hospital de Dona Estefânia. Lisboa, 12/2013 (Apresentação)

A doença cardíaca congénita (DCC) atinge cerca de 1:125 nados vivos. O desenvolvimento nos cuidados médicos permite que aproximadamente 90% destas crianças chegue àidade adulta. Os doentes com DCC estão sujeitos às mesmas doenças da infância que as restantes crianças saudáveis e por isso necessitam também das mesmas cirurgias, programadas ou de urgência. Os doentes com DCC têm maior risco de PCR perioperatória, maior mortalidade aos 30 dias e maior morbilidade. Na abordagem destes doentes o anestesista tem de compreender a anatomia, ser capaz de realizar uma avaliação pré-operatória completa e ter o conhecimento da farmacologia face a uma fisiologia alterada. 

Palavras-chave: anestesia; doença cardíaca congénita