imagem top

2021

ANUÁRIO DO HOSPITAL
DONA ESTEFÂNIA

CHULC LOGOlogo HDElogo anuario

RECOMENDAÇÃO DE CURVAS DE CRESCIMENTO PARA CRIANÇAS NASCIDAS PRÉ-TERMO

Luis Pereira da Silva1, Gustavo Rocha2, Susana Pissarra2, Manuel Cunha3, Ana Margarida Alexandrino4, Ana Cristina Braga4, Daniel Virella1, Simão Frutuoso5.

Secção de Neonatologia da SPP.
1 - Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais, Área de Pediatria Médica, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar deLisboa Central, EPE; 2 - Centro Hospitalar de S. João, EPE, Porto; 3 - Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE, Amadora; 4 - Maternidade Júlio Dinis, Centro Hospitalar do Porto, EPE, Porto; 5 – Hospital de Santo António, Centro Hospitalar do Porto, EPE, Porto.

- II Reunião de Consensos em Neonatologia. Leiria, 03/05/2013 (comunicação oral)
- Acta Pediátrica Portuguesa 2013;44(2):94-99 (artigo)

Em 2013, a Secção de Neonatologia da Sociedade Portuguesa de Pediatria, face à existência de várias curvas de avaliação de crescimento para crianças nascidas pré-termo e à falta de homogeneidade de critérios na sua escolha, nomeou um grupo de peritos que procedeu à revisão crítica das curvas disponíveis e recomenda as que considera mais adequadas para utilização na prática clínica em fases específicas da vida: ao nascimento (Fenton 2013), durante o internamento na unidade de Neonatologia (Fenton 2013 e Ehrenkranz 1999) e a longo prazo (OMS 2006). As decisões foram tomadas com base na classificação sistemática do nível de evidência e do grau de recomendação.


A presente recomendação: é válida enquanto não forem publicados os resultados do estudo do consórcio multicêntrico INTERGROWTH-21st, recentemente incumbido da construção de valores de referência, mais próximos do padrão, de crianças nascidas pré-termo; tem o propósito de auxiliar os clínicos na decisão clínica, mas não ser o único instrumento de avaliação do crescimento das crianças nascidas pré-termo; pode não proporcionar elementos suficientes para orientação do crescimento de todas estas crianças.

Palavras-chave: antropometria, criança, curvas de crescimento, pré-termo, recém-nascido