imagem top

2020

ANUÁRIO DO HOSPITAL
DONA ESTEFÂNIA

CHULC LOGOlogo HDElogo anuario

Born Preterm: A Public Health Issue.

Pinto F. Fernandes E, Virella D, Abrantes A, Neto MT. 

- Port J Public Health 2019;37:38–49 DOI: 10.1159/000497249

Introdução: A nível mundial, a prevalência da prematuridade (10.6%) é crescente bem como a sobrevivência em idades gestacionais menores.
Sumário: A importância da prematuridade prende-se com o contributo para a mortalidade infantil, para a inferior aos 5 anos e para a morbilidade, com impacto económico. A curto e a longo prazo, as consequências do nascimento pré-termo relacionam-se inversamente com a idade gestacional, comportam maior risco de alterações neurológicas, sensoriais, cognitivas, comportamentais e na saúde geral. A necessidade de apoio pode prolongar-se ao longo da vida, põe à prova os serviços de saúde e comunitários. A Saúde Publica pode ser decisiva na prevenção da prematuridade, fornecendo aos decisores dados que permitam a redução de riscos modificáveis. Os autores focam-se nas consequências a longo prazo e na abordagem da prematuridade no âmbito da Saúde Pública.
Mensagens chave: A intervenção nos Determinantes Sociais de Saúde poderá ter impacto decisivo no prognóstico da prematuridade.