imagem top

2020

ANUÁRIO DO HOSPITAL
DONA ESTEFÂNIA

CHULC LOGOlogo HDElogo anuario

BIOMARCADORES E NÍVEL DE CONTROLO DE ASMA GRAVE EM IDADE PEDIÁTRICA

M. Lobato1, P. Carreiro Martins1,2, S. Serranho Moura1, J. Gaspar Marques1,2, N. Neuparth1,2, P. Leiria- Pinto1,2

1. Serviço de Imunoalergologia, Hospital de Dona Estefânia, Centro Hospitalar de Lisboa Central, Lisboa, PORTUGAL,
2. CEDOC, CHRC, Integrated Pathophysiological Mechanisms, Research Group, Nova Medical School, Lisboa, PORTUGAL

Divulgação: Reunião Nacional, apresentação sob a forma de poster na 40º Reunião Anual da SPAIC, 11-13 Outubro- Algarve
Objectivo: Diversos biomarcadores têm sido associados com o perfil TH2 da asma, tais como o número de eosinófilos no sangue periférico, a IgE total sérica (IgE) e a fração exalada de óxido nítrico (FENO). Encontram-se reportadas na literatura associações destes biomarcadores com o grau de controlo de asma, designa- damente no adulto, havendo menos evidência em idade pediátrica. Pretendeu-se estudar a associação entre o nível de controlo de asma e diferentes biomarcadores associados com um perfil TH2 em doentes com asma grave em idade pediátrica.
Metodologia: Selecionámos de forma consecutiva 14 doentes em idade pediátrica com asma grave. Através de uma correlação de Spearman avaliou-se a associação entre o score obtido no As- thma Control Test (ACT) e os valores dos diferentes biomarca- dores (FENO, eosinófilos e IgE total). Os doentes realizaram ainda uma espirometria.
Resultados e Conclusões: Foram incluídas sete raparigas e sete rapazes. A mediana das idades foi de 11 anos (P25-P75: 10-12). A mediana do score do ACT foi de 21 (P25-P75: 19-23). A mediana dos valores de FENO, eosinófilos periféricos e IgE total foram de 26 ppb (P25-P75: 16-43), 390 cél./mm3 (P25-P75: 260-650) e 832 UI/ml (P25-P75: 482-966), respetivamente. O score do ACT cor- relacionou-se de forma negativa com o FENO (rho= -0.587, p= 0.027) e com a IgE total (rho= -0.617, p= 0.019). Encontrou-se uma associação fraca e estatisticamente não- significativa entre o ACT e os eosinófilos do sangue periférico (rho= 0.276, p=0.340). Nesta pequena amostra de crianças com asma grave, o nível de controlo de asma correlacionou-se negativamente com o FENO e com a IgE total.